Política

Passageiros flagrados com malas cheias de droga fogem no Aeroporto Internacional no Rio

Foundations, SMMC team up for prostate cancer awareness

RIO – A Polícia Federal abriu inquérito para investigar as circunstâncias da fuga de três mulheres e um homem flagrados esta semana tentando desembarcar no Rio com mais de 52 quilos de drogas. Segundo a Receita Federal, os quatro conseguiram fugir do terminal doméstico do Aeroporto Internacional Tom Jobim, quando perceberam que as malas não apareceram na esteira do desembarque.

Os quatro foram identificados pelas reservas do voo e agora estão sendo procurados. As informações foram repassadas para a Delegacia da PF no Galeão que investiga o caso. 

A apreensão da droga foi feita pela fiscalização da Receita durante a conferência das bagagens de um voo da Gol que decolou do aeroporto de Manaus e chegou ao Rio na última segunda-feira, dia 9.

Na mala dos quatro, a Receita encontrou 10,32 kg de pasta base de cocaína e 42,56 kg de maconha prensada. O material estava no interior de quatro malas em nome dos quatro passageiros. 

A auditora fiscal da Receita Federal, Joana Lages, delegada chefe da Alfândega do Galeão, expicou que as equipes de fiscalização monitoram 24 horas por dia os voos nacionais e internacionais do aeroporto internacional.

Ela acredita que a fuga aconteceu quando os passageiros perceberam a presença da fiscalização.

Temos um sistema de gerenciamento de risco com alcance nacional que acompanha voos e passageiros suspeitos em constante troca de informações. Além de mantermos uma ação coordenada com policiais federais do aeroporto e da Delegacia de Repressão de Entorpecentes. Sempre de forma integrada — afirmou Joana.

Apenas este ano já foram apreendidos em ações da Receita Federal no Galeão, mais de cem quilos de drogas. A maior quantidade foi de maconha, cocaína e haxixe. Os fiscais também apreenderam ecstasy e diferentes tipos de metanfetamina.